Matéria sobre o Tour Chapelle

Construtora inaugura projeto em Balneário Camboriú que integra capela restaurada
Publicado em 02/05/2014 09:42:00

Em uma iniciativa inédita no Brasil, Balneário Camboriú vai receber no próximo sábado (3) o empreendimento Tour Chapelle,  que agrega em sua estrutura a tradicional capela da Rua 2.300 totalmente restaurada e integrada ao projeto arquitetônico. A pitoresca igreja foi tombada como patrimônio histórico, cultural e arquitetônico do município em 1998, mas há muito tempo se encontrava bastante deteriorada estando, inclusive,  desativada.

A partir de agora, com todas as características originais recuperadas, ela divide espaço com o moderno e imponente edifício, em uma composição instigante e diferenciada.

A iniciativa partiu da Ciaplan Planejamento e Construções, que iniciou as obras em 2011.  A estrutura do arrojado empreendimento envolve a capela de maneira harmoniosa, mantendo a individualidade e independência de cada uma das estruturas.  Inaugurada em 1961, a então Igreja Evangélica de Confissão Luterana atendia principalmente os veranistas de cidades como Brusque, Blumenau, Pomerode e Rio do Sul, que sentiam falta de um espaço para professar a fé no litoral, além das 25 famílias luteranas residentes na chamada Praia de Camboriú à época.

As características históricas da igreja  foram preservadas, como  a cruz talhada em madeira nobre pelo escultor Hermann Teichmann, o peculiar formato do telhado e o sino.

Interessante contraste

Sobre a estrutura da capela, despontam 29 pavimentos do Tour Chapelle – expressão francesa que homenageia a presença da capela. Com um apartamento por andar o empreendimento se destaca pela sofisticação e elevado padrão de acabamento.  O espaço de lazer é privilegiado e amplo, contando com piscinas aquecidas,  ofurô, sala de jogos, brinquedoteca,  cinema e academia. Tudo na quadra do mar, com a vista deslumbrante da baía da praia Central.

Para o diretor presidente da Ciaplan, Tero Nunes, o empreendimento apresenta uma nova perspectiva para a construção civil da cidade. “Baseamos o projeto em obras da arquitetura de países europeus, principalmente, que interferem em construções históricas com o objetivo da revitalização e resgate do patrimônio cultural, aliando tecnologia, história e modernidade num só lugar. Mostramos que é possível”, destaca.

A construtora ficará responsável pela manutenção da capela  que estará disponível para visitação  e também possibilitará a locação para eventos como casamentos e batizados, reforçando assim mais um aspecto turístico de Balneário Camboriú.

Matéria do Noticenter http://goo.gl/UAQHka